Eleições…

No passado fim- de- semana, com a data das eleições autárquicas a aproximar-se, surgiu a oportunidade de ouvir a conversa entre algumas pessoas que falavam acerca do próximo ato eleitoral. Não intervim o que teria sido normal… mas o passar dos anos deixa marcas, e eu julgo estar “curado” da tentação de participar em tais diálogos que na maioria das vezes, acontecem como se estivessem a falar de futebol, em que a sua equipa é quase sempre melhor que a do outro, a culpa das coisas não estarem a correr bem é das arbitragens.

A política para a maioria das pessoas também funciona assim, a culpa daquilo que acontece e não deveria ter acontecido nunca é da responsabilidade do partido em que é filiado, ou apenas simpatizante. Algumas vezes chego a comparar tais comportamentos por altura de atos eleitorais, a um pneu careca, depois de tanto rodar, continua a fazer aquilo que lhe mandam, mesmo que, passado algum tempo venha a rebentar. Só então o condutor do carro se apercebe que já há muito o devia ter substituído.

Apesar de vivermos em democracia, há tempo suficiente para que muito já tivesse mudado, certo é, no que diz respeito ao comportamento da maioria das pessoas no ato de escolher, continua quase tudo na mesma. Não sou pessoa de muita fé, mas acredito que um dia as coisas hão- de mudar, e, os eleitores ao fazer a sua escolha vão pensar primeiro nas pessoas e votar naquelas em que acreditam que uma vez eleitas vão estar de facto ao serviço da comunidade,  e não apenas, servirem-se do lugar que vão passar a ocupar para fins que quase só a eles e aos que os rodeiam interessam, como não raramente acontece.

Se a nível nacional a escolha nem sempre é possível dado o desconhecimento que normalmente existe acerca dos candidatos, para as autarquias locais a situação é diferente, quase todos os conhecemos …

No que diz respeito a partidos, a experiência adquirida ao longo dos tempos diz-nos que a escolha é pouca… se os que tem tido a responsabilidade da governação tem deixado muito a desejar, os outros dificilmente fariam melhor.

Opiniões acerca de política e políticos existem muitas, esta, é a minha!

António EJ Ferreira

Anúncios